Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Seção 18 - Distúrbios da Pele

Capítulo 199 - Distúrbios das Glândulas Sebáceas

As glândulas sebáceas, as quais secretam óleo sobre a pele, estão localizadas na derme, camada de pele situada imediatamente abaixo da camada superficial (epiderme). Os distúrbios das glândulas sebáceas incluem a acne, a acne rosácea, a dermatite perioral e os cistos sebáceos.

topo

Acne

A acne é uma doença cutânea comum na qual os poros cutâneos tornam-se obstruídos, acarretando a formação de pápulas e de abcessos (coleções de pus) inflamados e infectados. A acne tende a afetar os adolescentes devido a uma interação entre hormônios, óleos cutâneos e bactérias que vivem sobre e no interior da pele e no cabelo. Durante a puberdade, as glândulas sebáceas da pele tornam-se mais ativas e produzem óleo (sebo) em excesso. Freqüentemente, o sebo ressecado, a pele descamada e as bactérias acumulam-se nos poros cutâneos formando um comedão, o qual impede que o sebo flua dos folículos pilosos, atravessando os poros.

Quando a obstrução é parcial, ocorre a formação de um comedão aberto. Quando ela é total, ocorre a formação de um comedão fechado. As bactérias crescem nos poros obstruídos e degradam algumas das gorduras do sebo, irritando ainda mais a pele. Os comedões abertos e fechados causam as erupções cutâneas que são comumente conhecidas como espinhas. Quando a infecção e a irritação das espinhas pioram, pode ocorrer a formação de um abcesso. Se um indivíduo apresenta comedões, espinhas e pústulas (bolhas cheias de pus) sem abcessos, a condição é denominada acne superficial. Quando espinhas inflamadas projetam-se para o interior da pele subjacente e surgem cistos cheios de pus que podem romper e evoluir para abcessos maiores, a condição é denominada acne profunda.

Comparação entre a acne superficial e a acne profunda

Sintomas

A acne freqüentemente piora no inverno e melhora no verão, provavelmente devido ao efeito benéfico do sol. A dieta tem pouca ou nenhuma influência sobre a acne, embora algumas pessoas acreditem ser sensíveis a certos alimentos. A eliminação desses alimentos da dieta durante várias semanas e sua subseqüente reintrodução na dieta podem ajudar a determinar se os alimentos realmente afetam a acne. A acne também pode ocorrer durante o período menstrual em mulheres jovens e pode desaparecer ou piorar significativamente durante a gravidez.

Os adolescentes que fazem uso de esteróides anabolizantes podem apresentar uma piora da acne. Determinados cosméticos podem agravar a acne por obstruírem os poros. Na acne profunda, a infecção pode disseminarse, produzindo áreas maiores hiperemiadas, elevadas e inflamadas, cistos cheios de pus e abcessos, os quais podem romper e deixar cicatrizes. Geralmente, a acne superficial não deixa cicatrizes. O ato de espremer as espinhas ou de tentar abri-las de outras maneiras pode piorar a acne superficial, aumentando a infecção, a inflamação e as cicatrizes.

Tratamento

A lavagem das áreas afetadas várias vezes ao dia tem pouco efeito, excetuando-se a melhoria do aspecto da face oleosa. Qualquer sabão de boa qualidade pode ser utilizado. Os sabões antibacterianos não são particularmente benéficos e os sabões abrasivos podem secar melhor as lesões, mas também podem irritar a pele. As compressas de água quente ajudam a amolecer os comedões, tornando a sua remoção mais fácil. O médico pode demonstrar ao paciente ou a um familiar como remover os comedões cuidadosamente, uma ou duas vezes por semana, de preferência com uma agulha estéril ou com um extrator de alça de Schamberg. A espinha deve ser aberta com uma agulha estéril, mas apenas após a formação da pústula. Outros tratamentos dependem da gravidade da acne.

topo

Acne Superficial

Para eliminar as espinhas, o indivíduo pode aplicar um antibiótico (clindamicina ou eritromicina) sobre a pele, com ou sem um irritante como a tretinoína (ácido retinóico). Outros antibióticos orais (p.ex.,tetraciclina, minociclina, eritromicina ou doxiciclina) podem reduzir ou prevenir a acne superficial, mas o indivíduo pode ter que utilizar o medicamento durante meses ou anos para controlar a acne. A luz solar pode ser útil, pois ela seca a pele e causa uma descamação discreta, a qual acelera a cicatrização. Contudo, nos indivíduos que utilizam a tretinoína, a exposição à luz solar pode causar uma irritação intensa.

A tretinoína (sob a forma de creme, líquido ou gel) seca a pele, mas ela deve ser utilizada com cautela. Se ocorrer irritação, a tretinoína deve ser aplicada apenas à noite ou em noites alternadas. Além disso, o indivíduo deve aplicar uma camada fina sobre a pele, evitando o contato com os olhos, as pregas da boca e as pregas em torno do nariz. A acne pode parecer pior durante os primeiros dias de tratamento com tretinoína e leva 3 a 4 semanas para melhorar. Outros medicamentos tópicos úteis são o peróxido de benzoíla, o melhor medicamento tópico de venda livre, e várias preparações contendo enxofre e resorcinol. Habitualmente, esses medicamentos são aplicados duas vezes ao dia, à noite e pela manhã.

topo

Acne Profunda

Os médicos fazem o possível para evitar a formação de cicatrizes decorrentes da acne profunda, prescrevendo geralmente um antibiótico oral (p.ex., tetraciclina, minociclina ou eritromicina). Os indivíduos com acne profunda podem necessitar tomar um desses medicamentos durante semanas, meses ou mesmo anos para evitar a recidiva. No entanto, uma adolescente que utilize esses antibióticos pode apresentar uma infecção fúngica vaginal (va-ginite por Candida) que pode necessitar de tratamento com outros medicamentos. Quando o controle da infecção fúngica revela ser difícil, a antibioticoterapia para tratar a acne pode não ser razoável. Se os antibióticos não produzem resultados, a isotretinoína oral é o melhor tratamento. Esse medicamento revolucionou o tratamento da acne, mas pode produzir efeitos colaterais muito graves.

A isotretinoína pode causar danos a um feto em desenvolvimento e as mulheres que a utilizam devem adotar medidas contraceptivas rigorosas para evitar a gravidez. Uma mulher sexualmente ativa deve realizar um teste de gravidez antes de começar a usar isotretinoína e o teste deve ser repetido mensalmente enquanto durar o tratamento. A contracepção ou a abstinência sexual deve ser iniciada um mês antes do início do tratamento e deve ser mantida enquanto a tretinoína estiver sendo utilizada, prolongando- se por mais um mês após a suspensão da medicação. É necessária a realização de exames de sangue para se assegurar que o medicamento não está afetando as células do sangue, o fígado ou as concentrações de gorduras (triglicerídeos e colesterol). Esses exames são realizados antes do início do tratamento, duas semanas após o seu início e, em seguida, mensalmente durante o tratamento.

A maioria dos indivíduos que utilizam a isotretinoína apresentam ressecamento dos olhos, fissuras labiais e ressecamento da pele fina que reveste o pênis ou a vagina. A vaselina pode ajudar a melhorar a secura da pele. Aproximadamente 15% dos indivíduos tratados com tretinoína apresentam dor ou rigidez das grandes articulações e da região lombar. A dor freqüentemente desaparece quando a dose é reduzida. Em geral, a terapia dura 20 semanas. Quando for necessário prolongá-la, ela não deve ser reiniciada pelo menos por 4 meses. Algumas vezes, os dermatologistas tratam os cistos inflamados ou abcessos com a injeção local de corticosteróides.

Ocasionalmente, o médico pode também drenar um cisto ou um abcesso. A dermoabrasão, um procedimento no qual a superfície da pele é friccionada com um instrumento metálico abrasivo com o objetivo de remover a camada superior, pode ajudar na remoção de pequenas cicatrizes. A terapia com raios X para tratar a acne não é recomendável e os corticosteróides tópicos podem piorá-la. Para a mulher que apresenta acne grave durante o período menstrual, um contraceptivo oral pode ser útil, mas o tratamento leva 4 a 6 meses para produzir resultados.

topo

Acne Rosácea

Os médicos fazem o possível para evitar a formação de cicatrizes decorrentes da acne profunda, prescrevendo geralmente um antibiótico oral (p.ex., tetraciclina, minociclina ou eritromicina). Os indivíduos com acne profunda podem necessitar tomar um desses medicamentos durante semanas, meses ou mesmo anos para evitar a recidiva. No entanto, uma adolescente que utilize esses antibióticos pode apresentar uma infecção fúngica vaginal (va-ginite por Candida) que pode necessitar de tratamento com outros medicamentos. Quando o controle da infecção fúngica revela ser difícil, a antibioticoterapia para tratar a acne pode não ser razoável. Se os antibióticos não produzem resultados, a isotretinoína oral é o melhor tratamento. Esse medicamento revolucionou o tratamento da acne, mas pode produzir efeitos colaterais muito graves.

A isotretinoína pode causar danos a um feto em desenvolvimento e as mulheres que a utilizam devem adotar medidas contraceptivas rigorosas para evitar a gravidez. Uma mulher sexualmente ativa deve realizar um teste de gravidez antes de começar a usar isotretinoína e o teste deve ser repetido mensalmente enquanto durar o tratamento. A contracepção ou a abstinência sexual deve ser iniciada um mês antes do início do tratamento e deve ser mantida enquanto a tretinoína estiver sendo utilizada, prolongando- se por mais um mês após a suspensão da medicação. É necessária a realização de exames de sangue para se assegurar que o medicamento não está afetando as células do sangue, o fígado ou as concentrações de gorduras (triglicerídeos e colesterol). Esses exames são realizados antes do início do tratamento, duas semanas após o seu início e, em seguida, mensalmente durante o tratamento.

A maioria dos indivíduos que utilizam a isotretinoína apresentam ressecamento dos olhos, fissuras labiais e ressecamento da pele fina que reveste o pênis ou a vagina. A vaselina pode ajudar a melhorar a secura da pele. Aproximadamente 15% dos indivíduos tratados com tretinoína apresentam dor ou rigidez das grandes articulações e da região lombar. A dor freqüentemente desaparece quando a dose é reduzida. Em geral, a terapia dura 20 semanas. Quando for necessário prolongá-la, ela não deve ser reiniciada pelo menos por 4 meses. Algumas vezes, os dermatologistas tratam os cistos inflamados ou abcessos com a injeção local de corticosteróides.

Ocasionalmente, o médico pode também drenar um cisto ou um abcesso. A dermoabrasão, um procedimento no qual a superfície da pele é friccionada com um instrumento metálico abrasivo com o objetivo de remover a camada superior, pode ajudar na remoção de pequenas cicatrizes. A terapia com raios X para tratar a acne não é recomendável e os corticosteróides tópicos podem piorá-la. Para a mulher que apresenta acne grave durante o período menstrual, um contraceptivo oral pode ser útil, mas o tratamento leva 4 a 6 meses para produzir resultados.

topo

Dermatite Perioral

A dermatite perioral é uma erupção vermelha, freqüentemente proeminente, localizada em torno da boca e sobre o queixo. A dermatite perioral pode ser muito semelhante à acne ou à acne rosácea. Contudo, uma á rea de pele normal geralmente separa a borda dos lábios da erupção cutânea. Os corticosteróides e alguns cosméticos oleosos, especialmente os umectantes, tendem a causar o distúrbio ou piorá-lo. Freqüentemente, a sua causa é desconhecida. O distúrbio afeta principalmente as mulheres com 20 a 60 anos de idade.

Tratamento

A antibioticoterapia com a tetraciclina, é geralmente o melhor tratamento via oral. Quando as tetraciclinas não eliminam a erupção cutânea e a caso for particularmente grave, a isotretinoína, um medicamento utilizado no tratamento da acne, pode ser útil.

topo

Cistos Sebáceos

Um cisto sebáceo (cisto queratinoso) é uma tumoração de crescimento lento que contém pele morta, excreções cutâneas e outras partículas cutâneas. Esses cistos podem ser diminutos e podem localizar- se em qualquer parte do corpo, mais freqüentemente no couro cabeludo, nas orelhas, na face, nas costas ou na bolsa escrotal. Eles tendem a ser firmes e fáceis de serem movidos no interior da pele. Geralmente não são dolorosos. Os cistos sebáceos costumam ter uma cor amarelada ou cor de carne. Quando eles são puncionados, ocorre a drenagem de um material gorduroso e caseoso. Ocasionalmente, os cistos sebáceos tornam-se infectados.

Tratamento

O médico quase sempre pode tratar um cisto sebáceo puncionando sua parte mais elevada com uma agulha ou cortando essa parte com o auxílio de um bisturi e, em seguida, espremendo o seu conteúdo. No entanto, a menos que os cistos grandes sejam completamente removidos, eles podem reaparecer. Os cistos infectados são tratados com um antibiótico e, a seguir, são removidos cirurgicamente.

topo